20 maio 2013

Boa compra: Gran Tarapacá Reserva Sauvignon Blanc 2011


Desde março de 2007 a Viña Tarapacá não tinha um vinho comentado aqui no blog, porque algumas experiências com seus vinhos de supermercado não tinham sido tão interessantes. Então, naturalmente foi saindo da lista das vinícolas preferidas aqui de casa.

A bodega foi fundada em 1874 com o nome Viña de Rojas, em homenagem a seu fundador don Francisco de Rojas y Salamanca. Os vinhedos foram plantadas usando mudas importadas da França. Em 1892 muda de nome e passa a ser conhecida como Viña Tarapacá, uma alusão à província de mesmo nome, uma decisão de seu novo proprietário don Manuel Zavala Meléndez. 

É uma gigante do vinho chileno, com capacidade para elaborar anualmente 15 milhões de litros de vinho a partir de seus 2.600 hectares de vinhedos.

Quanto ao vinho, é um 100% Sauvignon Blanc, de vinhedos do Vale do Maipo, região mais quente e mais importante para vinhos tintos do que para brancos.

O vinho tem cor amarelo palha, com reflexos esverdeados. Nos aromas a sensação marcante foi a de folha de tomate. Como estávamos na fazenda e lá existe uma pequena plantação de tomates foi fácil perceber isso. Quando você passa a mão nas folhas fica aquela lembrança clara de alguns Sauvignon Blanc, como esse.

Depois de um tempo apareceram frutos tropicais nos aromas. Em boca tem boa complexidade, porque os aromas vegetais e frutados estão presentes, com notas cítricas. Na boca tem acidez moderada, como era de se esperar de um vinho branco de região mais quente. As notas adocicadas deixando o vinho agradável para bebericar. Final de boca de média persistência, mas refrescante.

Não guarde, beba logo. 


Detalhes da compra:

Essa garrafa foi levada pelo amigo Marcel Gussoni, mas pode ser encontrado em lojas virtuais na casa dos R$35. Boa compra!

Saúde a todos!



Um comentário:

Fabio Ayrton disse...

Realemente vinho muito bom,
já encomendei com o http://www.vinhobr.com.br/ uma duzia haha