12 junho 2013

Esse pode ser seu número: Canepa Finísimo Gran Reserva Carmenère 2010

Pela lei chilena esse vinho é varietal, mas leva 10% de Cabernet Sauvignon.

Se você gosta de vinhos Carmenère, intensos, com passagem por madeira, esse é seu número! Particularmente fujo um pouco dos vinhos com essa uva, porque seus aromas e sabores típicos me cansam um pouco. Mas esse gosto pessoal não me impede de reconhecer um bom vinho e compartilhar aqui uma sugestão bacana. É o caso hoje!

Esse vinho é elaborado pela Viña Canepa, eleita em 2010 como o "produtor chileno do ano" na International Wine & Spirit Competition 2010. As uvas vêm de vinhedos localizados no Vale do Rapel, região propícia para a elaboração de ótimos vinhos com essa uva no Chile. Tem passagem de 13 meses por barricas francesas e americanas. 

O vinho tem coloração púrpura, com reflexos violáceos. Ainda está jovem no visual e nos aromas e boca demonstra que pode ser guardado por mais 2-3 anos pra ganhar mais equilíbrio. 

Os aromas explodem na taça. Quem gosta dessa uva vai reconhecer imediatamente. Fruta madura bem presente (frutos negros), aromas vindos da madeira, chocolate, leve tostado, pimenta, ervas aromáticas, terra e um vegetal característico muito intenso. Essa lembrança vegetal é que causa uma certa rejeição pela maioria dos degustadores experientes. 

Em boca tudo que se percebia nos aromas se repetia em boca. Encorpado, madeira presente, álcool dando seu recado (14,5% de teor). Taninos presentes mas já amaciados, com acidez equilibrada. Final longo. Vinho agradável para bebericar uma taça, mas pede comida... talvez um bom assado de cordeiro. 


Detalhes da compra:

Esse vinho é importado pela Wine, que gentilmente me enviou essa garrafa por ocasião do Dia do Blogueiro, comemorado em 20 de março. Atualmente é vendido no site deles por R$ 70, mas se você for associado do ClubeW recebe desconto e paga R$59. 

Saúde a todos!


2 comentários:

Ewertom Cordeiro disse...

Gil,

Já degustei vinhos simples com esta casta, rótulos simples e de entrada e eles agradaram bastante.

Mas ultimamente todos que venho degustando apresentaram a nota vegetal bem exarcebada, tornando o vinho travoso e desagradável.

É muito legal provar vinhos diferentes, porém não tenho arriscado os com esta casta, pois esse toque vegetal é difícil.

Saúde e bons vinhos!

Ewertom Cordeiro disse...

Gil,

Já degustei vinhos simples com esta casta, rótulos simples e de entrada e eles agradaram bastante.

Mas ultimamente todos que venho degustando apresentaram a nota vegetal bem exarcebada, tornando o vinho travoso e desagradável.

É muito legal provar vinhos diferentes, porém não tenho arriscado os com esta casta, pois esse toque vegetal é difícil.

Saúde e bons vinhos!