15 julho 2013

Aos cinco anos está em grande forma: Casa Silva Gran Reserva Los Lingues Carmenère 2008

80% do vinho passam 12 meses por barricas de carvalho francês.

Compramos esse vinho em nossa viagem ao Chile, em janeiro de 2011. A visita à ótima Casa Silva é um dos passeios obrigatórios para quem vai ao país andino. Se tiver oportunidade, hospede-se no charmoso hotel da vinícola e almoce no restaurante deles, localizado ao lado do campo de pólo e da escola de equitação. 

Mas esse vinho é um Carmenère e o leitor mais assíduo do blog sabe que não gosto muito dessa uva. Mas trouxemos essa garrafa com a ideia de deixá-la um tempo em adega, porque parece claro que vinhos com essa uva chegam ao ponto ideal de consumo com alguma idade. Assim, abri-lo com 5 anos foi uma ótima experiência. 

Na taça a coloração é púrpura, brilhante, manchando a taça. Aromas intensos e típicos da Carmenère, terra, café, especiarias (pimenta), notas vegetais, fruta fresca. Na boca tem bom corpo e está harmônico, com taninos elegantes, boa acidez e nem sinal de álcool sobrando. Muita fruta madura, vegetal e terra bem presente. Tipicidade confirmada.

Final mediano, marcando palato com terra e outras características da uva, como as notas vegetais. Madeira presente, funcionando para integrar o conjunto com elegância. Bom estágio de evolução, com personalidade. Pode ganhar mais com 1-2 anos de guarda. 


Detalhes da compra:

Comprei esse vinho pagando $7.990 pesos chilenos, em janeiro de 2011 (algo próximo aos R$35 atualmente). É importado para o Brasil pela Vinhos do Mundo e encontrado em lojas virtuais a preços variando entre R$75-80. 





Nenhum comentário: