30 agosto 2013

Um italiano de preço acessível: Zirlo Talenti Toscana IGT 2011


Gostamos dos vinhos toscanos aqui em casa, mas não dá pra beber os grandes (e caros) vinhos da região no cotidiano. Então, estamos sempre à procura de boas opções numa faixa de preços interessante. Esse foi uma boa compra abaixo de R$50 e não poderia deixar de compartilhar aqui a nossa "descoberta".

O vinho é um corte de Cabernet Sauvignon (40%), Merlot (30%) e Petit Verdot (30%). Interessante notar que as uvas estão declaradas o rótulo - algo incomum nos vinhos da região. Também chama atenção a ausência da Sangiovese no corte, a uva mais importante da região. É elaborado pela Talenti Azienda Agricola, fundada em 1980 por Pierluigi Talenti, em Montalcino.

Na taça a cor é rubi. Aromas em boa intensidade a frutos maduros, framboesa, flores, álcool (14%) sobrando um pouco no nariz. Na boca tem corpo mediano, com taninos aparecendo, leve rusticidade e acidez mediana. Um pouquinho do álcool novamente aparecendo. Final de média persistência.

Parece ter passado por madeira, ainda que por pouco tempo. Mas no site do importador não há essa informação e no site do produtor o vinho sequer aparece, porque provavelmente foi elaborado para o mercado externo.   

O álcool não combinou com o molho vermelho da massa, apesar de ser um vinho da Toscana, região de vinhos indicados pra esse tipo de harmonização. Talvez a ausência da Sangiovese lhe tenha tirado a acidez necessária. Assim, dá pra concluir que o vinho pede pratos mais potentes como carne bovina assada, cordeiro etc. 

Gostei do vinho e do preço.


Detalhes da compra:

Aproveitei uma promoção no site da Wine e comprei esse vinho com um desconto especial. Mas o preço normal dele é R$42 e considero uma boa compra. Se for sócio do ClubeW consegue comprá-lo por R$35.

Saúde a todos!


4 comentários:

Anônimo disse...

Realmente esse italiano é um bom custo x benefício. Recomendo também.

Paulo Amaral

Universo dos Vinhos disse...

Olá amigo Gil
Bela indicação - em uma faixa de preço que infelizmente nos gera suspeitas muitas vezes.
Concordo com vc que a Sangiovese deve ter feito falta sim.

Em tempo: Poderiamos chamar este exemplar de um "Supertoscano"?

Um abraço e parabéns pelo blog.

Tiago Bulla
www.universodosvinhos.com

Gil Mesquita disse...

Amigo Tiago,

que bom que minha impressão foi confirmada por você. Vamos sugerir à vinícola uma pitadinha de Sangiovese? Rsrs

gostei do vinho, mas não é um supertoscano. Talvez um "bomtoscano"...

abraço!

Gil Mesquita

Gil Mesquita disse...

Paulo Amaral,

obrigado pela visita e comentário.

saúde!!!

Gil Mesquita