23 setembro 2013

Matamos um espanhol: Cala N.2 Tinedo 2009

Foto cedida pelo amigo Marcel Gussoni, do ótimo blog Sabor Sonoro

A expressão "matamos um vinho" é usada quando ele é aberto antes de estar no auge. Ainda novo, se for um tinto, apresenta taninos poderosos que ainda vão amaciar. Se tiver uma boa acidez você tem um grande aliado para se unir aos taninos. Se tiver um bom teor alcoólico então a equação está fechada: você está diante de um vinho com uma boa estrada pela frente.

Foi o caso desse espanhol elaborado na região de Castilla y León pela Tinedo - Bodega  y Viñedo, que conta atualmente com 47 hectares de vinhedos em La Mancha. Tinedo é a fazenda da família Alvarez-Arenas que tem história como viticultores e bodegueiros na região desde 1742. Mas, foi a partir de 1890 que a família construiu na propriedade instalações próprias para a elaboração de seus vinhos.

Esse vinho é um corte de Tempranillo (92%) e Cabernet Sauvignon (8%). Tem passagem de 18 meses por barricas de carvalho francês de segundo uso. O teor alcoólico é de 14,5%.

Na taça a coloração é rubi, límpido e brilhante. Aromas intensos, muita fruta madura, ameixas, morango, flores, tabaco, frutos secos e baunilha - bom equilíbrio e complexidade nos aromas. 

Na boca tem bom corpo, taninos ainda rascantes indicando que vai amaciar. Boa acidez. Intenso frutado, floral também, tudo acompanhado pelas características dadas pela passagem por madeira. Final de boa persistência. Boca seca pelos taninos marcantes. O uso de barricas de segundo uso deu complexidade ao vinho, mas não o deixou amadeirado em excesso.

Vinho ainda muito jovem. Evoluiu bastante durante a degustação. Vale não decantar o vinho para apreciar essa evolução. Acredito que estará no auge em uns cinco anos. Um vinho para guardar com carinho na adega. 

Se abrir agora, talvez tenha a mesma sensação que nós em casa: matamos um espanhol!


Detalhes da compra:

Esse vinho é importado pela Domno do Brasil e pode ser encontrado em lojas virtuais em várias faixas, mas sempre acima dos R$100.

Saúde a todos!


Nenhum comentário: