20 setembro 2013

Não dou sorte com os espumantes da ViniBrasil elaborados no Vale do São Francisco: Rio Sol Grand Prestige Brut


Infelizmente - digo isso com pesar - não tenho sorte com os espumantes que a ViniBrasil elabora no Vale do São Francisco. Já degustei em várias ocasiões a linha Rio Sol e os resultados não foram bons. Problemas com a rolha, espumante sem pressão, sem espuma, sem bolhinhas e por aí vai. 

Faço votos que seja apenas falta de sorte mesmo e que alguém já tenha sido feliz em suas compras. Por outro lado - apesar de não ser enólogo - acredito que a opção de fazer um espumante 100% Syrah seja um tanto arriscada, porque espumante tem que ter acidez e, no mínimo, precisa ser leve pra ser agradável. A escolha dessa uva (porque é a que melhor se adaptou ao clima árido da região) é explicável, mas talvez pudesse ser repensada.

Os espumantes Terranova, feitos com outras uvas de maior acidez (Chenin Blanc, Verdejo e Sauvignon Blanc) dão melhores resultados na taça. 

Esse é o espumante branco, mas a vinícola também faz um rosé de Syrah, ambos pelo método Charmat, com a segunda fermentação em tanques de inox. Normalmente, a escolha desse processo resulta em espumantes leves e descontraídos. 

Na taça o espumante tem coloração amarelo palha. Bolhinhas tímidas e pouca formação de espuma. Tem bons aromas, lembrando flores e alguma fruta vermelha, talvez framboesa. Na boca é mais encorpado do que imaginava, com acidez discreta e repetição da fruta vermelha. Notas adocicadas apareceram também. Final ligeiro, com palato frutado. 

Não é um espumante que me deu vontade de comprar novamente e afirmo sem titubear que há muitos rótulos melhores no mercado na mesma faixa de preços.


Detalhes da compra:

Comprei essa garrafa no Supermercado D'Ville aqui em Uberlândia. Gostei muito do preço (R$26), mas não do resultado, infelizmente.

Saúde a todos!



3 comentários:

Bacco Tabacco disse...

Talvez pela safra, provei já algumas vezes e gostei, principalmente o Rose.
Comprei no Site www.vinhobr.com.br encontrei com um bom preço, e ainda tem uma parte bem legal chamada "ESCOLA DO VINHO' que tem matérias bem interessantes, vale a pena conferir.

blogdovinho.com disse...

Gil Mesquita,
novamente um excelente post! Consistente, inteligente e bem escrito. Infelizmente tenho que concordar com você que eu também não dou sorte com os espumantes Rio Sol.
Acabei de escrever um post sobre o Brut Rosé (100% Syrah) e deixo aqui o link para aqueles que se interessarem.
Abraço, Ale Esteves
http://blogdovinho.com/2013/09/16/quando-o-vinho-nao-agrada-a-gente-fala-ou-se-omite/

Anônimo disse...

Acho que foi falta se sorte, é bom sim e vale a pena.
Rosy