17 outubro 2013

Quer uma compra segura e acessível? Aposte no Vistalba Corte C 2011


Os vinhos da Bodega Vistalba são de ótima qualidade, uma compra sempre segura e em variadas faixas de preços. Desde a linha Tomero, mais básica, até os Cortes A, B e C, os vinhos sempre agradam aqui em casa. A qualidade foi comprovada recentemente quando a Revista Gula elegeu o Corte A como o  "vinho tinto do ano" em sua Edição Anual de Vinhos 2013. 

O vinho comentado hoje é o Corte C, o mais barato dos três cortes e que já teve as safras 2006 e 2008 comentadas. Embora seja o mais barato, a qualidade fica lá em cima. 

Essa safra 2011 tem um corte diferente das anteriores que bebi. A presença da Malbec (92%) está maior, deixando apenas um pequeno espaço para a Cabernet Sauvignon (8%). A Bonarda já não entra mais no corte, como ocorreu com o 2006.  A passagem por carvalho é de 12 meses, mas apenas 20% do vinho.

Na taça a coloração é púrpura, com muitas lágrimas, lentas e grossas. Nos aromas muita fruta madura, toques tostados, baunilha. Álcool aparecendo de leve (15% de teor). Bom corpo, untuoso. Início com notas adocicadas, muita fruta, groselha, taninos levemente rascantes e acidez moderada. 

O final de boca é longo, com notas minerais características de alguns vinhos argentinos, muita fruta fresca no retrolfato, framboesa e tostado da madeira. Um bom conjunto, mas acredito que ainda precise de uns 2 anos em garrafa para ajustar melhor todos os seus elementos. Mas, já é uma ótima opção pra beber agora ou guardar. Para harmonizar, aposte nas carnes.


Detalhes da compra:

Esse vinho é importado pela Domno do Brasil e vendido em várias lojas virtuais na faixa dos R$50. Dependendo do estado e de sua carga tributária encontra-se até mesmo abaixo disso, próximo aos R$45.

Saúde a todos!



2 comentários:

Nilson disse...

Engraçado este famigerado mundo do vinho aqui no país penico de altos impostos...é muita mentira e contradição..
Meu preço de compra para revenda deste vinho, com a ST é de R$ 45,61!!
A ética e a política de preços no mercado de vinhos é da mais baixa imoralidade. Atualmente empresas estabelecidas com suas lojas PontoCão em paraísos fiscais dentro do bRasil, como o estado do Espirito "nada" Santo ficam isentas de impostos e ai fica fácil vender barato. A regra não é a mesma para todos e, viva o contrabando..

Administrador disse...

Nilson,

quando mencionei o preço no post, disse "na faixa dos $50" porque foi a média que encontrei em lojas virtuais.

mas aqui em Uberlândia o preço sobe um pouco, sempre acima dos $60. É que Minas Gerais é um dos estados com carga tributária bem alta, assim como São Paulo, por exemplo.

se atravessar o Rio Paranaíba e chegar em Goiás, vou encontrar o vinho bem mais barato, por conta da falta de substituição tributária.

realmente a vida do lojista é complicada em alguns estados, porque competir com GO, ES e DF não é fácil.

obrigado pelo comentário.

Saúde!