03 dezembro 2013

Um rosé interessante: Tremendus Clarete Viúra Garnacha 2011 #CBE


No dia 1º de novembro eu deveria ter postado sobre esse rosé, um compromisso com a Confraria Brasileira de Enoblogs - CBE, mas por vários motivos não consegui. Antes tarde do que nunca!

O tema do mês foi escolhido pelo confrade Alexandre Frias, do Diário de Baco, que assim sugeriu: "aproveitando esse início da primavera, minha sugestão é um Rosé do Velho Mundo, sem limite de preço". De imediato pensei na dificuldade de comprar um rosé europeu aqui em Uberlândia, onde a oferta é de argentinos e chilenos. 

Ao encontrar esse espanhol de rótulo bonito e uma linda cor "casca de cebola", encontrada em vinhos mais elegantes, não tive dúvida. Ele vem da região de Rioja, elaborado por Honorio Rubio, a partir do corte das uvas Grenache e Viúra (50/50). A vinícola foi fundada em 1989 e tem 50 hectares de vinhedos próprios.

Nos aromas imaginava um vinho mais intenso, mas a fruta vermelha está presente. Na boca é mais intenso, com o frutado bem presente, acidez lá em cima e bom equilíbrio. Um vinho excelente para servir como aperitivo, mas acompanhará pratos sem nenhum problema, porque a acidez deixa a boca pronta para a comida. 

Final persistente, sem amargores, com boa fruta e boca salivando. Sem as notas adocicadas que deixam muitos rosés enjoativos.  Apesar de ser um rosé com 2 anos está em boa forma, mas eu não guardaria mais. 


Detalhes da compra:

Comprei esse vinho por R$ 45 aqui em Uberlândia, o que considero uma boa compra porque o vinho tem personalidade. Na internet pode ser encontrado a preços variando entre R$ 36-48.

* Foi o 87º vinho que comentei para a nossa Confraria, primeira e única virtual no Brasil. 

Saúde a todos!


 

Nenhum comentário: