22 maio 2014

Um ótimo toscano, que não agride seu bolso: Brancaia TRE Maremma IGT 2011

As uvas desse vinho vem de duas regiões da Toscana: Maremma e Chianti Classico.

Gosto dos vinhos da Toscana. Isso é fato! E para minha alegria, as decepções foram poucas, mesmo na faixa de preços que costumo comprar. Mas, se você quer uma dica certeira, pra agradar o bolso, o paladar e seus convidados, uma boa opção é esse vinho elaborado pela Casa Brancaia, uma jovem vinícola que iniciou seus trabalhos em 1981. 

Já comentei a safra 2008 aqui (relembre) e em todas as ocasiões em que experimentei o vinho, em safras diferentes, o resultado foi muito bom. 

É rotulado como IGT (Indicazione Geográfica Típica), categoria de vinhos italianos criada em 1992 que exige a elaboração em determinada região, mas sem os rigores das indicações DOC ou DOCG. Esse é um corte de Sangiovese (80%), Merlot (10%) e Cabernet Sauvignon (10%), por isso o nome TRE. Tem passagem de 12 meses por barricas de carvalho francês e mais 2 meses de afinamento na própria vinícola.

Um alerta: se você gosta de vinhos mais densos, com muita fruta explodindo na taça, taninos poderosos, notas mais adocicadas e muito álcool - características de vinhos do Novo Mundo - aprecie esse italiano com o "espírito aberto". Digo isso porque é um vinho que pode desagradar se estiver acostumado com essas características. Esse é um vinho feito para a mesa, para acompanhar comida, com acidez e taninos que precisam de um bom prato de massa, por exemplo. 

Na taça tem cor rubi, com boa transparência. Aromas em boa intensidade, frutos mais delicados como framboesas e amoras. A passagem por madeira dá complexidade, mas sem exageros. No nariz elegantes notas de tabaco indicam isso. 

Em boca tem corpo médio, boa fruta, mineralidade presente, repetição da madeira, taninos finos e acidez lá em cima, como devem ser em vinhos com a Sangiovese. Final longo, com boa fruta e boca salivando, pedindo mais um gole.

Como disse acima, vai bem com uma infinidade de pratos, mas é companheiro ideal para pizzas, massas ou carnes com molho vermelho, que pedem mais acidez no vinho.

Está com 3 anos de idade e uma longa estrada pela frente, talvez mais 3-4 anos.  


Detalhes da compra:

Os vinhos desse produtor são importados pela Grand Cru, que vende esse vinho por R$84 em seu site. Mas, já o encontrei em outras lojas virtuais em promoção, como preços um pouco mais baixos. 

Saúde a todos!




Um comentário:

Anônimo disse...

Tomei hoje e concordo com a avaliação. Excelente pedida para a faixa de preço no Brasil. Mais um acerto da Brancaia.