14 julho 2014

Um vinho paranaense na taça. Uma boa surpresa: Censurato Reserva Cabernet Sauvignon 2011


Prefiro vinhos com pouca madeira. Mas, confesso, de vez em quando bate saudade de beber um vinho com grande presença amadeirada. Não daqueles que você só tem as sensações de aromas e sabores vindas do carvalho, mas a madeira bem presente e integrada com a fruta. Amadeirado, mas sem abrir mão do equilíbrio e da elegância. 

Esse Cabernet Sauvignon da Vinícola Franco Italiano, de Colombo (PR), é um ótimo exemplo de vinho que reúne essas características. Vinho de produção limitada (menos de 3.000 garrafas), com preço acessível, 12 meses de passagem por barricas de carvalho francês e fruta bem presente. Gostei muito do resultado, até porque ainda não tinha escrito sobre um vinho do Paraná. 

Na taça a cor é púrpura com reflexos violáceos. Bons aromas, muita fruta vermelha madura, cereja, mas a madeira também presente com notas de baunilha e tostado. Leve menta e especiarias também. Bom corpo, sem notas adocicadas e sem qualquer desequilíbrio, taninos ainda vivos, levemente rascantes e boa acidez. Final longo, com muita fruta, tostado, bala de café. Álcool a 13% sem aparecer.

Está com três anos agora, mas pode evoluir na garrafa - se for bem guardado - por mais 1-2 anos. 

É daqueles vinhos que se você servir para um amigo "entendido" e disser que se trata de um vinho de outro país (qualquer um!), ele vai suspirar. Mas, eu não desperdiçaria esse vinho com alguém desse tipo. Sirva-o para alguém bem querido!


Detalhes da compra:

Recebi esse vinho da assessoria de imprensa da vinícola. O preço de venda no varejo deles é R$30 e leva meu selo de ótima compra.

Saúde a todos!


 


2 comentários:

Cristina y Manolo disse...

Tem que experimentar o Sincronia Merlot da mesma vinícola; também vai te surpreender.

Unknown disse...

Bebi ontem 25/01/16 este agradável vinho. Não havia estrelas para ele, porém arrisquei baseado em meus instintos e acertei. Recomendo.