21 agosto 2014

Pancadão californiano! Mas isso depende do gosto pessoal: Frei Brothers Chardonnay 2012


Dia desses bateu vontade de beber vinhos da Califórnia. Então, comprei um Pinot Noir e esse Chardonnay da mesma vinícola, a Frei Brothers, fundada em 1890 e produtora de vinhos no Condado de Sonoma, mais especificamente no Russian River Valley. 

Abrimos o Pinot numa semana em que todos estavam saindo de uma gripe aqui em casa. Achei o vinho alcoólico e amadeirado em demasia, embora trouxesse lá no fundo as boas características da uva. Então, pra não ser injusto com o vinho resolvi não fazer um post sobre ele, pois as sensações poderiam estar alteradas naqueles dias. 

Na última sexta-feira resolvemos abrir o Chardonnay e eis que as sensações de álcool sobrando um pouco, se repetiram. Mas, não são sensações de desequilíbrio, mas de um estilo muito comum em vinhos da Califórnia, parrudos, potentes e alcoólicos. 

Como disse na foto postada no Instagram do blog e que é a mesma utilizada acima, é um "pancadão californiano", mas pode ser que você goste dele se for o estilo de sua preferência.

Segundo apurei o vinho não passa por madeira. Se for isso mesmo os aromas e sabores que lembram as barricas de carvalho devem vir da fermentação malolática e talvez de um período sobre as borras da fermentação (sur lie). Tem 13,9% de álcool

Na taça a cor é amarelo dourado. Aromas muito intensos lembrando frutos tropicais maduros, abacaxi em calda, maçã, baunilha. Já adocicado no nariz e repetindo-se em boca, com boa untuosidade, sensações amanteigadas, notas bem adocicadas, com álcool aparecendo e dando potência, muita fruta madura. Acidez moderada. Final longo, aparecendo notas tostadas e baunilha. No palato muita fruta e discreto mineral. 

Um vinho que tem pouca sutileza, é mais potência. Como disse, não é um estilo que eu busco. Mas, se você gosta, vale experimentar. 


Detalhes da compra:

Comprei esse vinho pelo site da Wine (veja aqui) pagando R$ 70. 

Saúde a todos! 




Nenhum comentário: