09 setembro 2014

Um francês de bom preço, elegante e prazeroso: Terrasses du Pesquié Ventoux AOC 2012

As uvas vêm de vinhedos antigos e o vinho passa um ano por barricas de carvalho velho (2 a 4 anos).  

A região da Côtes du Rhône tem inúmeras sub-regiões e uma delas é Côtes du Ventoux, de onde vem esse vinho elaborado pelo Château Pesquié, fundado no início dos anos 1970 quando o casal Odette e René Bastide iniciou os trabalhos na propriedade antes mesmo da criação da AOC Ventoux, o que aconteceu somente em 1973.

A região tem cerca de 7.500 hectares de vinhedos, onde predomina a elaboração de vinhos tintos (76%), especialmente a partir das variedades Grenache, Syrah, Cinsault, Mourvèdre e Carignan. O restante da produção é dividida entre rosés (20%) e brancos (4%).

Esse vinho é um corte de Grenache (70%) e Syrah (30%), com passagem de parte do líquido (35%) por barricas de carvalho pelo período de um ano.     

O resultado é um vinho fácil de beber, gastronômico, com estilo e intensidade para agradar mesmo os fãs de vinhos do Novo Mundo. Os aromas são de frutos delicados, como morango e cereja. Na boca tem taninos doces e delicados, acompanhados por ótima acidez. Corpo médio, que parece ser ainda mais robusto por conta das notas adocicadas. Equilibrado, de final longo e prazeroso. 

Um vinho que, segundo as informações no site do vendedor, recebe constantemente altas pontuações da crítica especializada.


Detalhes da compra:

Comprei o vinho pagando R$60 no site do Sonoma, que achei muito justo pelo resultado na taça e por ser um vinho com tão altas pontuações da crítica especializada. Repetiria a compra, sem dúvida. 

Saúde a todos!



Um comentário:

Evandro sussekind disse...

Muito honesto.