19 janeiro 2015

Rosé barato, refrescante e muito bem feito: Vieja Parcela Cabernet Franc Rosé 2014


No início desse ano passamos alguns dias no litoral catarinense, nosso refúgio predileto há muitos verões. Como estava muito calor fizemos um compromisso logo na primeira parada: comprar vinhos no supermercado, brancos e rosés, para serem bebidos em nossas recém adquiridas taças de plástico. Não que isso seja depreciativo, mas queríamos vinhos descontraídos e uma taça igualmente alegre ajudaria na busca de boas dicas.  

Hoje publico nossa terceira boa compra.

Na busca pelas prateleiras do supermercado encontrei esse rosé do Uruguai e, sinceramente, não me lembro a última vez que bebi um vinho desses de nosso vizinho. Gosto de vinhos uruguaios, portanto, não pensei duas vezes em comprá-lo para nossa experiência com as taças de plástico.

É elaborado pela Bodegas Castillo Viejo, com uvas de seus vinhedos na região de San José, bem próximos à localidade Villa Rodriguez, distante cerca de 85 km a noroeste da capital Montevidéu. Em rápida busca pelo site da vinícola não encontrei esse rosé em sua linha Vieja Parcela, que conta apenas com dois tintos, um cabernet franc e um tannat. Infelizmente, algumas vinícolas do Uruguai não atualizam seus sites com a frequência esperada, talvez por isso o vinho não esteja por lá.  

Na taça tem uma coloração rosa com reflexos alaranjados. Uma cor menos avermelhada que os dois rosés publicados anteriormente. Talvez (estou especulando) o enólogo tenha preferido uma menor extração de cor, mantendo o mosto em contato com as cascas da uva por menos tempo.

No nariz os aromas são tímidos, frutos vermelhos silvestres e uma intrigante lembrança de pêssego e banana. Na boca tem boa acidez e a fruta aparece mais. Notas levemente adocicadas, mas está longe de ser meio-seco. Talvez essa complexidade tenha vindo da permanência em pipas de carvalho americano por 6 meses.

Final de boa persistência, dando vontade de mais um gole por conta da boa acidez. Simples e refrescante, sem qualquer desequilíbrio ou defeito. Tem 12% de álcool e dos rosés experimentados em nossa busca foi o mais interessante sob o ponto de vista da complexidade, sendo o mais barato de todos.


Detalhes da compra

Comprei esse vinho no supermercado Angeloni, em Florianópolis, pagando R$17,90. Ao que parece a rede de supermercados é importadora/distribuidora do vinho no Brasil. 

Saúde a todos!




Nenhum comentário: