22 janeiro 2015

Rosé espanhol por menos de $20: Reinares Tempranillo Rosé 2013


No início desse ano passamos alguns dias no litoral catarinense, nosso refúgio predileto há muitos verões. Como estava muito calor fizemos um compromisso logo na primeira parada: comprar vinhos no supermercado, brancos e rosés, para serem bebidos em nossas recém adquiridas taças de plástico. Não que isso seja depreciativo, mas queríamos vinhos descontraídos e uma taça igualmente alegre ajudaria na busca de boas dicas.

Eis nossa quarta experiência daqueles dias.  

Esse rosé é elaborado pela Bodegas Eguren, na região de Castilla, com 100% uvas tempranillo. A família está ligada ao vinho desde 1870 e a vinícola está sob o comando da sexta geração. O vinho tem 13,5% de álcool e confesso que dos quatro rosés publicados aqui esse foi o que menos me empolgou. Mas, é uma questão de gosto pessoal. Sob o ponto de vista da qualidade é uma boa compra, ainda mais pelo preço pago.

Na taça uma coloração bem vermelha, cor de suco de morango. Discretos aromas, frutos vermelhos silvestres, morango e amoras. Na boca é leve, com boa acidez, fruta discreta e é seco, sem notas adocicadas, talvez por isso seja mais indicado para acompanhar comida do que apenas para bebericar em nossas elegantes taças de plástico. Final de média persistência. O mais discreto e simples de todos, embora refrescante.


Detalhes da compra

Comprei esse vinho no supermercado Angeloni, em Florianópolis, pagando R$19,90. Ao que parece a rede de supermercados é importadora/distribuidora do vinho no Brasil. 

Saúde a todos!



2 comentários:

Luca Caecuban disse...

Boa noite,

Leio o seu blog há algum tempo pois acho muito interessante a história que complementa a degustação de cada vinho.

Hoje não pude deixar de comentar: fantástica a idéia de provar rosés com jeito de verão, apreciando vinhos mais baratos sem qualquer preconceito. Certamente experimentarei alguns na minha próxima viagem.


Abraço,
Luca

Vinho para Todos disse...

Luca,

agradeço pelo comentário.

todos nós que escrevemos sobre vinhos deveríamos esquecer o lado mais sofisticado do vinho para que ele fique mais acessível, para que as pessoas tenham menos receio de ingressar nesse mundo.

que bom que a ideia foi aprovada.

saúde!

Gil Mesquita
www.vinhoparatodos.com