11 maio 2015

A ótima experiência de provar o Pizzato Reserva Cabernet Sauvignon 2005 #desapego


Já que elegi o ano de 2015 como o ano do desapego, de abrir nossos vinhos brasileiros de safras 2005 ou anteriores, temos que dar continuidade à árdua tarefa de apreciar esses caldos que guardamos por tantos anos, com tanto carinho.

O vinho da vez é um cabernet sauvigon da ótima vinícola Pizzato, cuja história familiar e, claro, seus vinhos, tem meu inteiro respeito. Vale a pena relembrar a entrevista que fiz com o Flávio Pizzato, enólogo chefe da vinícola, em fevereiro de 2013 (clique aqui e assista). 

Sempre que for ao Vale dos Vinhedos não deixe de visitar a vinícola, que tem ótimos programas para receber os turistas e, quem sabe, você não dá a sorte de esbarrar com alguém da família para deixar a visita ainda melhor?   

Quanto a esse vinho, adquirido há alguns anos e guardado em adega climatizada, tem coloração púrpura, denso, sem notas de evolução que poderiam caracterizar um vinho de 10 anos de idade. Lágrimas grossas e rápidas na parede da taça. 

Os aromas apresentaram ótima intensidade, com destaque para frutos vermelhos maduros, acompanhados de algo vegetal lembrando musgo, especiarias e terra úmida. Boa complexidade e nenhum defeito ou aroma desagradável, mesmo sem decantar.


Na boca tem corpo médio, incrivelmente vivo e equilibrado. Muita fruta vermelha, boa acidez, taninos finos e elegantes. Madeira muito bem integrada, sem atropelar a fruta. Álcool a 13,3% em equilíbrio. Final longo, prazeroso, dando vontade de experimentar mais um gole. Fruta e especiarias dividindo a atenção e formando belo conjunto. 

O mais surpreendente é que o vinho passaria por outro mais jovem, porque está muito equilibrado, mantendo boa fruta, frescor e estrutura para aguentar mais um tempo de guarda e ainda evoluir. Um senhor vinho brasileiro de 10 anos de idade. 


Detalhes da compra:

Não me recordo o quanto paguei por esse vinho à época da compra, mas a safra atual é vendida em lojas virtuais na faixa dos R$56, o que considero um valor excelente para um vinho que suportou tão bem os dez anos de guarda. Compraria mais garrafas, se as encontrasse por aí...

Saúde a todos!



Nenhum comentário: