01 novembro 2015

No carrinho do supermercado :: Cono Sur Bicicleta Pinot Noir 2013


Fazia tempo que não provava um vinho da chilena Cono Sur, famosa por seus vinhos com bicicletas nos rótulos em alusão às práticas ecologicamente corretas da vinícola. Então, ao ver esse Pinot Noir na gôndola do supermercado não tive dúvida em comprar, porque gostamos da uva, a vinícola é respeitável e gostei do preço.

É um vinho que pertence à linha "bicicleta", que também tem outros varietais interessantes: seis brancos, um rosé e seis tintos, que valem a pena serem conhecidos em razão de sua qualidade e preço. 

Esse é um 100% Pinot Noir do Vale Central, a região mais genérica do Chile, mas nem por isso o vinho deixou de ter qualidade. Metade do vinho passou 8 meses por barricas de carvalho e a outra metade descansou em tanques de inox. Com isso, o vinho ganhou complexidade, mas manteve o frescor da fruta.

Na taça tem cor púrpura, translúcido. Bem aromático, com notas de frutos vermelhos, cereja, framboesa e morango, típicos da variedade. Aparecem sutis notas tostadas provenientes da madeira. Em boca é leve, fresco, com boa acidez e taninos finos. Tem muita fruta fresca, com notas levemente adocicadas que deixam o vinho bastante amável.

Final de boa persistência, com muita fruta e algum destaque da madeira. Álcool sem incomodar em nenhum momento, apesar dos 13,5% de teor.

Não é um vinho de grande complexidade, nem foi feito para evoluir com a guarda. Fácil de agradar, pode ser servido um pouco mais refrigerado nessas noites de muito calor.


Detalhes da compra:

Comprei esse vinho em supermercado, pagando R$ 39. Excelente compra!

Saúde a todos!



3 comentários:

Ronni Paul disse...

Gil, que supermercado em Udi você considera o melhor para comprar vinho?

Administrador disse...

Ronni, complicado eleger um só. Gosto de ir ao Carrefour, que sempre tem novidades especialmente da Europa; o Pão de Açúcar e o Extra têm vinhos muito parecidos por razões óbvias; o D'Ville tem adegas confiáveis, principalmente os do shopping e Getúlio Vargas; já o "diferentão" tem sido o Bahamas da Rondon.

Gosto de passar de vez em quando por esses para garimpar, principalmente os vinhos em faixas mais baixas de preços e que sejam mais jovens.

Abraço!

Ronni Paul disse...

Valeu!!!